História

História

O Goianésia Esporte Clube nasceu do trabalho e empenho de homens simples, mas apaixonados por futebol, que mesmo diante as dificuldades da década de 50 montaram uma grande equipe que ao longo dos anos encheu de orgulho o cidadão goianesiense, são eles: Zeca Vieira, José Carvalho, Lázaro Preto e Liadário.  Tendo como data de fundação 28 de março de 1955, o Azulão do Vale disputou sua primeira partida oficial contra a equipe do Rialma, vencendo o jogo por 3 a 1 em 08/05/1955.

Na década de 60 o Goianésia disputou pela primeira vez o Campeonato do Interior, organizado pela Federação Goiana de Futebol. Com a inauguração do estádio Valdeir José de Oliveira na década de 70, o Azulão disputou jogos válidos pelo Campeonato Goiano, e após o torneio classificatório em 1971, assegurou o direito de participar da Primeira Divisão naquele ano. Mas não fez uma boa campanha e o time acabou caindo para a Segunda Divisão. Entre os anos de 1972 e 1979 o Goianésia esteve afastado do futebol profissional, disputando somente partidas amadoras contra times da região.

A década de 80 marcou a volta do nosso time à disputa da competição estadual, conseguindo a façanha de disputar a primeira divisão em 1984, e no mesmo ano ver o time voltar à segunda divisão. Em 1985 o Azulão brilhou e faturou o inédito título de Campeão Goiano da Segunda Divisão, conquistando o acesso à Primeira Divisão. Mas em 1986, não fez uma boa campanha como a do título e retornou para a divisão de acesso. Nos anos seguintes o Azulão fez boas campanhas, mas não o suficiente para voltar a elite do futebol goiano.

O Goianésia não iniciou bem a década de 90, não conseguia fazer boas campanhas para garantir seu acesso. Somente em 1993 a equipe após vencer 4 jogos, sagrou-se vice-campeão conquistando seu retorno à primeira divisão, mas por questões financeiras pediu afastamento junto a Federação Goiana de Futebol, ficando novamente sem disputar uma partida oficial até 1996. Após três anos, já em 1997, o time foi reativado e disputou o Campeonato Goiano da Segunda Divisão, permanecendo na competição até 1999, quando fez uma boa campanha e conquistou o tão sonhado acesso para a disputa da primeira divisão.

Nos anos 2000, o Azulão do Vale estava de volta a elite do futebol goiano, após longos treze anos, o time fez uma boa campanha e terminou a competição em sexto lugar. Em 2001, não conseguiu o mesmo desempenho, terminou o campeonato em último lugar e foi rebaixado para a segunda divisão. Durante os anos seguintes até 2009, o Goianésia se manteve na “série B” do Goiano, fazendo campanhas regulares, mas que não asseguraram seu retorno à divisão principal.

Já 2010 é tido como o marco de uma nova década na história do clube, o Goianésia fez uma bela campanha na segunda divisão, se sagrou vice-campeão e conquistou o retorno a Primeira Divisão do Goianão. De volta à elite do futebol goiano, em 2011, fizemos uma campanha razoável, mas que garantiu a permanência na série A do estadual. Em 2012, com uma campanha irregular o time só conquistou a oitava colocação na competição.

Em 2013, o Azulão viu seu time entrar para a história, se classificando pela primeira vez para disputar a fase semifinal da competição, terminou o campeonato em terceiro lugar, e ainda conquistou de forma inédita uma vaga para disputar o Campeonato Brasileiro Série D ainda naquele ano, e também uma vaga para disputar a Copa do Brasil do ano seguinte.

Em 2014, o Goianésia repetiu a boa campanha do ano anterior se classificando mais uma vez à fase semifinal, terminando a competição como quarto colocado e garantindo mais uma vez a vaga para disputa da série D do Campeonato Brasileiro. Disputou também naquele ano a Copa do Brasil, mas foi eliminado ainda na primeira fase.

Em 2015, não poderia ser diferente, o Azulão do Vale fez mais uma belíssima campanha e conquistou novamente uma vaga nas semifinais do estadual, terminou a competição em terceiro lugar, garantindo novamente uma vaga na série D do Brasileirão e mais uma vez, vaga na Copa do Brasil.

Em 2016, o time não fez uma boa competição no estadual, não conseguiu a classificação as semifinais. Também não foi bem na disputa da série D do Brasileiro. Na Copa do Brasil fomos eliminados pelo ABC –RN.

Que 2017 seja um novo capítulo nesta história de superação do Goianésia Esporte Clube.